Para aproveitar suas viagens em segurança e poupar seu bolso, preparamos tudo que você precisa saber sobre manutenção de carro.

 

 

Segurança em primeiro lugar, economia em segundo. Um carro oferece muitas praticidades, mas também pode dar muita dor de cabeça. Além das manutenções periódicas e obrigatórias, é preciso ficar de olho em empresas mal intencionadas que podem criar problemas onde não existem. Confira tudo que você precisa saber sobre manutenção de carro e fique sempre tranquilo.

 


 

Você já deve saber que existem três tipos de manutenção: preventiva, preditiva e a corretiva. A manutenção preventiva é a revisão regular das peças antes que elas estraguem, além dos cuidados diários como rodízio dos pneus, evitando seu desgaste precoce. A manutenção preditiva garante a redução dos gastos, já que identifica um problema antes que ele se agrave (e fique ainda mais caro). A corretiva já se explica no próprio nome: reparar danos que prejudicam ou interrompem o funcionamento do automóvel. Quem deixa a manutenção sempre pra depois, corre o risco de gastar mais e ficar alguns dias sem carro.

 

Não caia em armadilhas.

 

Quem prefere oficinas e autocenters precisa cuidar na hora da revisão. Cada peça do carro possui um período de vida útil, mas só deve ser trocada quando chegar ao fim. Os fabricantes fornecem a quilometragem para troca de cada peça, mas dependendo do cuidado do motorista, sua conservação pode durar mais ou até menos do que o previsto.

 

As peças da tabela acima são checadas pelo profissional na manutenção preditiva, meio termo entre a preventiva e a corretiva. Ou seja, se a peça chegar na quilometragem determinada e estiver funcionando bem, a troca pode ser adiada. Já a lista abaixo mostra os ítens que precisam ser trocados no prazo estipulado pelo fornecedor, ou seja: nada de adiar a troca.


 

Estradas danificadas, locais muito empoeirados e cidades quentes ou com muito congestionamento acabam exigindo que as manutenções preventivas aconteçam antes da hora. E não se esqueça de trocar as palhetas, que costumam ser esquecidas quando o assunto é acessórios automotivos. A cada quinze dias verifique lanternas, bateria, pneus, freios, embreagem e outros ítens básicos para evitar que seu carro precise de uma manutenção corretiva.

 

Agora que você já sabe como manter seu carro funcionando bem, vale a pergunta: a manutenção do seu carro está em dia?